terça-feira, 14 de junho de 2011

Santo António já se acabou...

Eu sei que a procura de sardinhas nos Santos é grande e, portanto, os fornecedores são obrigados a recorrer à sardinha congelada. Também sei que para se comer sardinha decente na zona de Lisboa se tem de ir ao Tavares, ali para a Cova da Piedade. Mas era preciso exagerar?
Não me lembro de alguma vez ter comido sardinha tão má. Seca, sem sabor e sem sequer deixar cair aquela gordurinha saudável, cheia de Ómega 3, para se saborear na fatia de pão.
Um verdadeiro fiasco.

5 comentários:

Rafeiro Perfumado disse...

É nestas alturas que fico contente por não gostar de sardinha, é a minha boa acção, deixar mais para os outros!

Henrique Marques disse...

Estás como o outro: graças a Deus sou ateu!
Já eu não imagino o mundo sem o fedor de uma sardinhada.

Rafeiro Perfumado disse...

Eu consigo imaginar... ui, e mete ruivas, boazonas. E mais não conto, que a minha jove pode ler isto!

AVOGI disse...

eu comprei-as e "comei-as" em casa
kis :=)

Henrique Marques disse...

Certa vez, ainda eu estava em Peniche, resolvi que era boa ideia fazer uma sardinhada na varanda; bastava fechar a porta bem fechadinha. O cheiro a sardinha demorou uma semana para sair.